Saracuruna

31 08 2014

saracuruna2Fonte da foto: desconhecida

Otto pensativo entregou a mala a Margarida que se foi calada pra sempre. Um detalhe relevante da cena e que poucos perceberam é que quando ela se despediu ele respondeu com um estranhíssimo “bom dia”. Até parece que assim ficou claro para ambos, depois de tantos anos de confusão, que aquela despedida era como o despertar de um sonho surreal.

E o trem pra Saracuruna se foi logo depois de Otto ainda vislumbrar uma última lacuna aberta:

– Onde estão meus filhos que nunca terei com ela – pensou perplexo com aquela sensação de susto que se tem durante o breve momento no qual suspeita-se ter perdido a carteira ou as chaves.

por Leonardo Ribeiro

 

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: